Papo sobre Empreendedorismo

Muito se fala sobre empreendedorismo nos últimos tempos. Mas você sabe o que significa empreender? O que é ser uma empreendedora? Bom, segundo o dicionário, empreender significa realizar, produzir ou executar uma tarefa. Colocar suas ideias em prática, apesar da dificuldade ou do trabalho árduo para realizá-las. É também um sinônimo da inovação, da reformulação do modo de pensar, agir e liderar processos e projetos.

Num mundo que ainda está rodeado de negócios majoritariamente masculino, o empreendedorismo tem sido para as mulheres, bem mais que a definição comum do dicionário, é um instrumento extremamente importante que vem promovendo empoderamento e liberdade para que elas possam criar e conduzir suas empresas e histórias. Cada vez mais buscam empreender, pois muitas delas querem uma atividade rentável que possa ser construída de forma autônoma e independente, trabalhando com negócios onde encontram um propósito, que permita poder gerenciar seus horários e conquistar autonomia financeira.

” Quando mulher empreende e é dona do seu próprio dinheiro, ela vira dona de sua própria história. “

De acordo com dados do SEBRAE, a proporção de mulheres empreendedoras que são “chefes de domicílio” passou de 38% para 45%. Com o avanço, a atividade empreendedora passou a conferir às donas de negócio a principal posição em casa, superando o percentual de mulheres na condição de cônjuge (situação verificada quando a principal renda familiar provém do marido). Quase metade dos MEI existentes no país é formado por mulheres (48%).

Os desafios para mulheres empreendedoras

  • Empreender

Isso mesmo! Quem pensa que é um tarefa fácil, NÃO É! Ser dona do próprio negócio te exigirá muito mais esforço do que quando se trabalhava para um empregador, mas te dará uma liberdade gigantesca e um mundo de possibilidades. É entender, que quem irá EMPREGAR agora é você: seu tempo, sua energia, sua criatividade e o seu dinheiro. Fora todas as atividades que vem junto com esse nome tão bonito e empoderador: Gerir, vender, negociar, captar clientes, fazer a divulgação, marketing e todas as outras coisas que fazem parte da pessoa que estará por traz de tudo isso, que por vezes, é uma mãe solteira, dona de casa, uma estudante ou alguém que viu no empreendedorismo a chance de reformular sua vida. E nem todos os dias serão fáceis, mas se você tem um propósito para empreender, acredite nele, é possível e recompensador.

  • Reconhecimento e falta de apoio familiar

Algo que ainda é sinônimo de luta para mulheres na sociedade, serem reconhecidas pelo seu trabalho, independente do mercado em que estejam atuando, mas principalmente em espaços que tem seus profissionais predominantemente homens. Porém a falta do reconhecimento familiar e nos ciclos sociais é o que pode desmotivar bastante para quem está começando empreender. Apoie sua amiga, irmã, vizinha, avó ou mãe que começou a vender Avon, Natura, Doces e salgados para festas ou que começaram a prestar serviços como Manicure, Cabeleireira, Maquiadora, e tantas outras que atividades. Em sua maioria, é desse trabalho que irá compor toda ou boa parte de sua renda.

  • Falta de Grana

Um problema que atinge boa parte dos brasileiros hoje em dia, mas principalmente as mulheres. E ninguém abre um negócio sem um capital inicial. Por exemplo, pra começar a vender brigadeiro, é necessário comprar os ingredientes, as forminhas, gás de cozinha, no mínimo para uma atividade como essa, o investimento inicial é de R$100,00. E há pessoas que financeiramente falando, não tem como iniciar uma atividade. Por vezes é necessário recorrer a empréstimos para iniciar seu empreendimento. E segundo dados do SEBRAE:

  • As mulheres empresárias tomam menos empréstimo e com valor médio igualmente menor. O valor médio do empréstimo para mulheres é em média R$ 13.071 menor que o dos homens.
  • As empresárias pagam taxas de juros maiores. A taxa anual para empresárias é 3,5 % acima dos donos de pequenos negócios.
  • A taxa de inadimplência das mulheres é inferior à registrada por homens, 3,7% para mulheres contra 4,2% para os empresários.

Embora mulheres peguem menos dinheiro emprestado, são menos inadimplentes, ainda assim pagam as taxas de juros maiores do mercado. O que muitas não sabem, porém, é que o caminho para o crédito pode ser mais tranquilo e simples, com taxas menores e prazos maiores de pagamento caso use algum bem como garantia.

“Muitas coisas não ousamos empreender por parecerem difíceis; entretanto, são difíceis porque não ousamos empreendê-las. “

  • Medo do fracasso

Ao empreender, o medo de falhar no meio de algum processo ou em todo o processo vai estar intrínseco a vontade de fazê-lo. Criar um negócio é entrar num ambiente mutável, estar aberto e por dentro das mudanças, entender o papel da sua empresa no mercado, seus clientes e tudo que a cerca, isso trará mais segurança em seu posicionamento e a forma que lidará com as adversidades. É preciso entender o fracasso e o sentimento de frustração para não ter medo. “Cada vez que fracassarmos em nossas tentativas, devemos analisar os diversos caminhos para alcançar nossos projetos e nossos sonhos. Nunca há apenas um. Dessa forma, um fracasso não será mais que um caminho explorado, com o qual aprendemos, entre outras coisas, que temos muitos mais para descobrir. Dessa forma, não aparecerá o medo, não evitaremos continuar caminhando, lutando, explorando… seguiremos em frente.”

Empreenda, Mulher!

Quando mulher que passa a empreender, nasce com ela não só uma empresária/empreendedora, mas toda uma quebra dos tradicionais modelos de negócios e gestão em nossa sociedade, além de se tornarem inspiração para outras mulheres a iniciarem suas histórias no empreendedorismo. Uma mulher que é dona de sua própria história, tem mais chance de interromper ciclos de violência contra ela e sua família. Uma mulher que empreende, reinveste nela e em sua família, e esse retorno faz a sociedade avança junto.

Gostou do artigo?
Você conhece alguma empreendedora? Deixa nos comentários o Nome e alguma rede social dela. Logo mais estarei dando espaço aqui no Blog para pequenas empreendedoras falarem um pouco sobre seus negócios e suas experiências.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s